Oceanos de ideias – das nossas ideias sobre como são as coisas

Todas as ideias que temos sobre iluminação trabalham contra nós uma vez que decidimos traçar esse caminho e praticar meditação. A ideia de que o ego é uma entidade separada e nos causa problemas é também uma ideia. A ideia que somos um com o universo é uma ideia. Ideias que desejo, ignorância e raiva nos causam problema, todas são ideias. Essas são boas ideias. Essas ideias tem a intenção de desalojar todas outras ideias que estamos apegamos em nossa delusão*.

Nós estamos cheios de ideias sobre como são as coisas. Muitas dessas ideias estão erradas e nos causam dor e sofrimento. Dor e sofrimento são produtos da mente e podem ser solucionadas com a mente. Para que possamos saber quais ideias estão causando esse sofrimento preciso usar outras ideias para desenraizar elas.

Meditação é a prática de se envolver com a consciência e a atenção para levantar dúvidas sobre nossas ideias. As noções não examinadas em que nossa realidade se baseia são muitas para contemplar. A beleza da meditação é que quando você senta, você foca sua experiência e atenção na sua experiência no presente. Essa é uma experiência em que pode confiar. De ideias você pode duvidar. Quando você fortalecer sua capacidade de dúvida será possível identificar e erradicar essas ideias sobre si mesmo que lhe causam sofrimento. Quando conseguir chegar além e experimentar seu Eu Verdadeiro, sua antigas ideias e noções cairão como chuva no oceano.

* delusão no budismo: O Buda nos diz que a delusão é uma das três principais raízes dos hábitos mentais inábeis e prejudiciais, sendo as outras duas, o desejo e a raiva. Essas raízes inábeis e prejudiciais encontram-se embaralhadas com as raízes hábeis e benéficas – estados da mente que estão livres do desejo, raiva e delusão – no solo do coração sem treino. Se não pudermos isolar e desenterrar as raízes inábeis, não poderemos nunca estar completamente seguros das nossas intenções. Mesmo quando uma intenção hábil pareça estar ocupando a mente, as raízes inábeis podem rapidamente enviar ramificações que nos cegarão para aquilo que na verdade está acontecendo. fonte

De Peter Taylor, traduzido com autorização do autor. fonte:> http://zenmister.tumblr.com/post/173239857313/oceans-of-notions