Não é preciso temer o surgir dos pensamentos

Não é preciso temer o surgir dos pensamentos basta temer sermos lentos demais em percebê-los.

Assim que percebemos qualquer pensamento a mente é então inundada de consciência e esta engole o pensamento.

Este agora pode ser visto como o que era antes de nós reagirmos a ele: uma inofensiva, simples sinapse verbal.

Nosso trabalho não consiste em erradicar pensamentos mas em desistir de reagir a eles.

Enquanto o não surgir de pensamentos for nosso objetivo, pedras serão iluminadas.

do livro A Lua aparece quando as águas se acalmam – Ian McCrorie

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s