Surgem como flores na primavera

Quando você pratica ficar presente, uma coisa que você descobrirá rapidamente é o quão persistente é o enredo (o enredo mental). Tradicionalmente, nos textos budistas, nossas tendências com seus enredos habituais são descritas como sementes no inconsciente. Quando as causas e condições corretas se juntam, essas propensões preexistentes surgem como flores na primavera. É útil contemplar que são essas propensões, e não o que as desencadeia, a verdadeira causa de nosso sofrimento.

  • Pema Chödron

do livro “Living Beautifully with Uncertainty and Change”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s