Eu não dou a mínima

Se não pudéssemos ser comprados pelo elogio ou derrotados pelas críticas, teríamos uma força incrível. Seríamos extraordinariamente livres, não haveria mais esperanças e medos desnecessários, suor e sangue e reações emocionais. Finalmente seríamos capazes de praticar “Eu não dou a mínima.” Livres de perseguir e evitando a aceitação e rejeição de outras pessoas, seríamos capazes de apreciar o que temos no momento presente.

– Dzongsar Khyentse Rinpoche

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s