Mestres de nossas mentes e emoções

Se estamos seriamente empenhados em nos tornarmos mestres de nossas mentes e emoções, em vez de escravos de nossas mentes e emoções, se realmente levamos a sério levar uma vida que será benéfica para nós mesmos e para os outros, temos que ser seletivos. Não podemos fazer tudo nesta vida. Não podemos passar as noites nas discotecas e depois levantar às 5 da manhã para praticar – bem, poderíamos, mas não funcionaria muito bem. Temos que decidir em nossas vidas o que é realmente importante para nós e o que não é. E simplificar, isso é renúncia … À medida que o dharma assume o controle, a maravilha do dharma assume o controle de nossa vida cada vez mais, então perdemos o interesse por outras coisas que antes pareciam tão importantes para nós. É como na primavera e no verão quando as árvores estão em plena floração, se você tentar arrancar as folhas da árvore, há uma resistência porque as folhas não querem vir. Mas no outono, eles caem naturalmente, preparando-se para um novo crescimento.

– Tenzin Palmo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s