A mais pura e linda vadiagem.

Todos nós sentimos saudades da infância, dos melhores momentos da infância, é claro, e o que mais me dá boa recordação são os breves momentos de completa e total vadiagem. Embora a palavra seja carregada de sentido negativo uso ela porque é a que melhor se aplica.

Por vadiagem completa me refiro aqueles dias ensolarados com nuvens no céu, naquele céu azul que a chuva limpou, naquele ar puro e úmido que a chuva proporcionou e nesse ambiente, num dia de feriado quando eu ficava sozinho sentado na calçada ou embaixo de alguma árvore esperando os amigos saírem de casa depois de acordarem.

Nesse momento, eu não tinha objetivo algum, não tinha para onde ir e nem o que fazer, era sim uma completa e pura vadiagem, só alí, olhando a rua, sentindo o cheiro da umidade trazida pelo vento. Os pássaros fazem seu barulho, uns pardais correm voando um perseguindo o outro. As árvores com o verde realçado. Mais nada.

Nada a fazer, nenhum lugar a ir.

Observe. Observando descobrimos que esses momentos ainda podem existir.

E.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s