O despertar autêntico e a desorientação

O DESPERTAR AUTÊNTICO E A DESORIENTAÇÃO

Adyashanti

A maior parte do que nos dizem sobre o despertar soa como uma espécie de argumento para nos vender a iluminação. Quando querem nos vender algo só nos contam os aspectos positivos, e inclusive é possível que nos contem coisas que não são verdade. Na intenção de nos vender o despertar nos contam que este tem a ver com o amor, com o êxtase, com a compaixão e união e outras coisas positivas. Colocam a iluminação sempre envolta em historias fantásticas, de modo que chegamos a acreditar que o despertar tem relação com milagres ou poderes místicos. Como resultado dessa opinião muitos acreditam que na iluminação entrarão num estado de êxtase constante. Essa é uma compreensão equivocada do despertar.

O despertar pode vir acompanhado de um sentimento de bem aventurança, porque a bem aventurança é um subproduto do despertar, porém não é o despertar em si. Enquanto vamos buscando pelos subprodutos do despertar, perdemos de vista a sua essência. Isso é um problema porque muitas das chamadas práticas espirituais tem a intenção de reproduzir os subprodutos do despertar sem buscar o despertar propriamente dito. Podemos aprender certas técnicas meditativas, repetir mantrans, cantar bhajans, e se produzirão certas experiências positivas. A consciência humana é extremamente flexível, e ao participar em certas práticas, técnicas e disciplinas espirituais, pode-se gerar muitos dos subprodutos do despertar. O estado de bem aventurança, abertura de consciência e assim sucessivamente. Porém o que ocorre é que acabamos parando por aí sem ir até o despertar mesmo.

É importante que saibamos o que não é o despertar para que não fiquemos atrás de seus subprodutos. Devemos renunciar a busca de estados emocionais positivos através de práticas espirituais. O caminho do despertar não consiste em sentir emoções positivas. Ao contrário, é possível que a iluminação não seja de modo algum fácil e nem positiva. Não é uma coisa fácil deixar que se dissolvam nossas ilusões, não é fácil soltar percepções muito arraigadas, inclusive podemos experimentar uma grande resistência em reconhecer essas ilusões e isso pode nos causar dor. Muita gente não sabe que vai se deparar com essas coisas quando começa a via do despertar espiritual. Como mestre, uma das coisas que averiguo sobre meus discípulos no começo de nossa relação é se estão interessados no despertar…Querem realmente a verdade ou só desejam sentirem-se melhor? Porque o processo de descobrir a verdade pode não ser um processo em que vamos nos sentir cada vez melhor. Pode ser um processo em que tenhamos que olhar com total honestidade, com sinceridade, e isso pode ser fácil ou não. O chamado sincero da realidade para a realidade, o chamado para o despertar, é um chamado que vem de um lugar muito profundo de nosso interior, vem de um lugar que prefere a verdade a sentir-se bem. Se nossa preferência é nos sentirmos bem a todo momento então estamos nos enganando, porque buscar sentir-se bem nesse momento é justamente a maneira que temos de nos enganar. Para despertar temos que romper com o paradigma de querermos sempre nos sentirmos melhor.

Outro grande erro a respeito do despertar ou da iluminação é o de que se trata de algum tipo de experiência mística, poderíamos inclusive esperar uma experiência similar da união com Deus, fundir-se no todo, dissolver-se no oceano cósmico….Mas não é bem assim. Tampouco o despertar consiste em de repente possuir uma grande compreensão cósmica ou uma compreensão de como opera internamente o que pensamos que seja a realidade. Poderia seguir com exemplos indefinidamente, porém, em essência, o importante é dar-se conta de que o despertar espiritual é muito diferente de ter uma experiência mística. As experiências místicas são preciosas e em muitos sentidos são as experiências mais elevadas e prazerosas que um “eu” pode ter.

fonte https://bloglojajinarajadasa.wordpress.com/2015/09/30/o-fim-do-seu-mundo-3/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s