Todo mundo quer felicidade; ninguém quer sofrer

Reduzindo a auto-importância ~ Chagdud Tulku Rinpoche
Hoje somos afligidos por “eu-meu-minha”, uma condição causada pela ignorância. Nosso egocentrismo e pensamento autocentrado tornaram-se hábitos muito fortes. Para mudá-los, precisamos nos reorientar. Em vez de nos preocuparmos com o “eu” o tempo todo, devemos redirecionar nossa atenção para “você” ou “eles” ou “outros”. A redução da auto-importância diminui o apego que decorre dela. Quando nos concentramos fora de nós mesmos, em última análise, percebemos a igualdade entre nós e todos os outros seres. Todo mundo quer felicidade; ninguém quer sofrer. Nosso apego à nossa própria felicidade se expande ao apego à felicidade de todos.

– Chagdud Tulku Rinpoche do livro Portões para a Prática Budista: Ensinamentos Essenciais de um Mestre Tibetano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s