Meditação em tempos de crise

Nos últimos 60 dias percebemos aqui o aumento da busca pelos artigos “Livros para aprender meditação” e “Não sei se estou meditando certo” entre outros sobre meditação. É compreensível que em épocas como essa de insegurança em relação ao futuro, que as pessoas procurem formas de aliviar sua ansiedade e a meditação pode ser uma dessas formas.

No entanto eu preciso alertar quanto algumas particularidades da meditação que podem ocorrer durante sua prática, especialmente no início.

Dores físicas: a dor nas costas, nas pernas ou joelhos pode surgir da posição que escolheu para meditar. Você tem duas opções: suportar até que passe, caso você não tenha nenhum problema crônico que possa piorar. Ou mudar de posição para uma mais relaxada que mantenha sua coluna ereta, usando uma cadeira, almofada, um sofá. Mesmo a posição deitada pode ajudar a aliviar.

Medite várias vezes no dia por pouco tempo. Comece com pouco: Evite fazer sessões de meditação de longa duração. Prefira fazer 2x ao dia de 10 minutos cada ou 3x de 5 minutos, do que tentar meditar de cara por 20 minutos ou algo assim. O período de tempo é uma coisa muito nossa, que inventamos e precisamos dele para nos guiarmos, mas se você somente fechar os olhos, perceber seu corpo, ouvir os sons e notar 3 respirações por alguns minutos, já estará entrando em contato com um nível de consciência que antes não experimentava. Portanto, no começo, esqueça esse negócio de tempo…

Sensações físicas inquietantes/irritantes: as coceiras são as mais comuns. Tem tontura, leveza, sensação de encolhimento, de expansão e das mais variadas. Com qualquer sensação o importante é somente observar e deixar isso passar. Se tiver curiosidade sobre como a coceira começa, por onde ela se espalha, todos os detalhes dela, você poderá observar essa irritação de forma diferente. Mantenha a calma e espere passar. Caso o desconforto seja muito forte, pare de meditar, se distraia com algo e faça em uma hora mais apropriada.

Ao meditar você pode até piorar ao invés de melhorar: isso também precisa ser dito. Muitas vezes ao meditar o que ocorre é que remexemos em coisas que estavam paradas,que nem notávamos e pode acontecer de antes das coisas se acalmarem, todo esse lodo parado pode se revolver e turvar ainda mais a água. Mas saiba que uma hora tudo se acalma, a lama SEMPRE vai pro fundo e deixa a água clara novamente. É importante se respeitar, saber o limite e fazer sem pressa. Décadas de condicionamento não desaparecem em pouco tempo.

Se acontecer de piorar dê um tempo na meditação. Analise se precisa buscar ajuda profissional. Se precisar busque essa ajuda. Se sentir que precisa de ajuda na meditação busque também um profissional, um mosteiro etc.

Caso precise de ajuda na meditação ou tenha dúvidas pode deixar um comentário que respondo se souber responder. Se não souber procuro quem sabe 🙂

(E.)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s