Ética: obediência ao que não pode ser imposto – Jon Kabat-Zinn

Paciência

Certas atitudes ou qualidades mentais servem de apoio à prática de meditação e nos proporcionam um solo rico em que as sementes da atenção plena podem florescer. Ao cultivar essas qualidades deliberadamente, estamos arando o solo da nossa mente e garantindo que ela possa servir como uma fonte de clareza, compaixão e ação correta na nossa vida. Essas qualidades interiores não podem ser impostas, legisladas nem decretadas. Elas só podem ser cultivadas – e, mesmo assim, apenas quando você já tiver alcançado o ponto em que sua motivação interior para deixar de contribuir para seu próprio sofrimento, para sua própria confusão e, talvez, para o sofrimento e a confusão dos demais seja suficientemente forte. Isso equivale a se comportar de maneira ética – um conceito tremendamente desprestigiado em muitos círculos. Outro dia ouvi pelo rádio alguém definir ética como “obediência ao que não pode ser imposto”. Nada mau. Você age com ética por razões íntimas, não porque alguém está fiscalizando ou porque você pode ser castigado se violar as regras e for apanhado. Você está agindo de acordo com seus próprios valores. É uma audiência interior à qual você comparece, da mesma forma que é seu solo interior que está sendo arado para o cultivo da atenção plena. Mas você não pode ter harmonia sem um compromisso com o comportamento ético. Ele é a cerca que mantém longe as cabras que comeriam todos os brotos do seu jardim.

Do livro Aonde quer que você vá, é você que está lá / Jon Kabat-Zinn

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s