Viva mais, pense menos.

Sempre fico muito empolgado quando vejo a ciência da psicologia avançando e nesse avanço conseguindo traduzir o treinamento da mente budista numa linguagem que o ocidental tem mais facilidade e aceitação.

Esse é o caso desse pequeno livro, Viva mais, pense menos, que tive a sorte de encontrar.

Não entendo nada de psicologia, muito menos desse tipo, só estou publicando devido a semelhança com o pensamento oriental milenar pela curiosidade do conhecimento.

Os trechos:

A terapia metacognitiva foi desenvolvida pelo psicólogo e professor britânico Adrian Wells, da Universidade de Manchester, com base em 25 anos de pesquisas sobre o motivo de algumas pessoas desenvolverem transtornos mentais, entre os quais a depressão, e outras, não. Quando apresentou seu manual de tratamento, Wells documentou que não são os acidentes, o sentimento de tristeza, a dor ou os pensamentos negativos que nos deixam deprimidos, e sim a forma como lidamos com nossos pensamentos. Quando ruminamos –quando concentramos nossa atenção em nossos pensamentos e permitimos que eles nos dominem durante horas e horas, dia após dia –, corremos maior risco de desenvolver depressão do que quando os observamos passivamente e os deixamos passar.

Assim como a pele se cura se resistirmos à tentação de cutucar o machucado, a mente também se cura se não alimentarmos nossos sentimentos com ruminações. Pensamentos, imagens e impulsos nos visitam brevemente e podem desaparecer se não nos agarrarmos a eles, se não os reprimirmos nem tentarmos resolvê-los. Se não os fixarmos na mente e não os acessarmos o tempo todo, em algum momento eles vão embora, passando como grãos de areia em uma peneira.

As respostas vão aparecer sozinhas em algum momento ou vamos esquecer as perguntas porque, afinal, elas não eram tão importantes assim.

Trechos do início do muito interessante livro Viva mais, pense menos. De Pia Callesen.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s