Osho sobre conhecimento e sabedoria

Conhecimento e a sabedoria são diferentes

“Assim, o primeiro a ser entendido é que o conhecimento e a sabedoria são diferentes.

Conhecimento é informação, sabedoria é entendimento;
O conhecimento é coletado de fora, a sabedoria é um crescimento interior; o conhecimento é tomado de empréstimo, a sabedoria é sua, autenticamente sua; o conhecimento é aprendido, a sabedoria não é aprendida de ninguém.

Você precisa ficar mais alerta, de tal modo que possa perceber mais, sentir mais, ser mais. Sabedoria é ser, conhecimento é apenas um acúmulo periférico.

Um outro ponto: quando você é uma pessoa de conhecimento, quando armazenou muito conhecimento, seu ego fica fortalecido, e você pensa: “Sei muita coisa”. E o ego é uma das barreiras a percepção da realidade; ele não é uma ponte, pois fica desconectada, em vez de conectar.

Quado você é uma pessoa de sabedoria, o ego desaparece, pois uma pessoa de sabedoria descobre que não existe nada que você possa conhecer. Como você pode conhecer? A vida é tão misteriosa, tão imensamente misteriosa, não há como conhecê-la realmente.

Se você puder conhecer apenas a si mesmo, isso é mais do que suficiente, mais do que se pode esperar. Se uma pequena luz acende no seu coração e o seu ser interior se torna luminoso, isso é mais do que suficiente. E é isso que é necessário; nessa luz, você fica ciente de que a realidade é um mistério supremo e é isso que queremos dizer quando usamos a palavra Deus. Deus significa exatamente a mesma coisa que natureza, com apenas uma diferença. No conceito de natureza está implícito que, se ela não foi conhecida até agora, será conhecida mais tarde; mas ela pode ser conhecida, é passível de ser conhecida; esse é o significado da palavra natureza.

Teoricamente, a natureza é passível de ser conhecida. (…) Ao usar a palavra Deus, ou divindade, passamos para outra dimensão, dizemos que algo é conhecido e ainda existe mais para se conhecer, sempre permanecerá incognoscível, algo será para sempre indefinível.

O mistério é vasto, é infinito e somos parte dele. Então como a parte pode conhecer o todo? Isso é impossível, a parte não pode conhecer totalmente o todo, só pode conhecer até um determinado limite.

Uma pessoa de sabedoria entende o mistério da vida e é por isso que Buda permaneceu em silencio sobre a vida; ele não disse uma única palavra sobre ela. (…)

A verdade nunca é conhecida totalmente. Você a sente, você a vive, você tem grandes experiências com ela, grandes visões, grandes mistérios abertos, mas cada mistério o leva a outros mistérios. À medida que cada parte se abre, você percebe que mil e uma portas ainda estão esperando para serem abertas. Cada porta o leva a novas portas, então como você pode expressá-la? (…)

Uma pessoa de conhecimento fica declarando que sabe tudo, essa é a prova da sua ignorância. Só uma pessoa ignorante diz que sabe; o sábio sempre diz que não sabe, este é o sinal, a indicação da sua sabedoria.

Mais um ponto importante; quando você sabe algo divide a realidade em conhecedor, conhecido e conhecimento. Imediatamente a realidade fica dividida em três coisas. ( …)

O conhecimento divide, e o que divide não pode levá-lo a verdade suprema. A sabedoria unifica; na sabedoria a pessoa não sabe quem é o conhecedor, quem é o conhecido e o que é o conhecimento.

É por isso que na sabedoria você se torna um místico, torna-se uma coisa só com a realidade, perde todas as distinções, as diferenças, as fronteiras, as definições.
Na sabedoria você fica indefinido, tão indefinido quanto a própria realidade.”

Osho em Tao, sua História e seus Ensinamentos. (um excelente livro!)

—————————————————

O conhecimento satisfaz o ego; a sabedoria destrói o ego

Para perceber essa consciência misteriosa que você é, primeiramente é preciso vivê-la no âmago mais íntimo do próprio ser, porque essa é a porta mais próxima da consciência universal.
O sábio jamais acumula conhecimento – sua sabedoria é espontânea.
O conhecimento sempre pertence ao passado, a sabedoria pertence ao presente.
O conhecimento satisfaz o ego; a sabedoria destrói o ego completamente – por isso as pessoas buscam conhecimento.
É muito raro encontrar um buscador que não esteja interessado em conhecimento, mas que esteja comprometido com a sabedoria.
Conhecimento quer dizer teoria sobre a verdade, quer dizer crença e todas as crenças são falsas. Sabedoria quer dizer “a verdade em si”.
Crença é uma projeção da mente trapaceira – ela lhe dá a sensação de saber, sem saber.
Você pode facilmente acreditar em Deus, você pode facilmente acreditar na imortalidade da alma, você pode facilmente acreditar na teoria da reencarnação..
Na verdade, essas coisas ficam simplesmente na superfície: lá na fundo, você não é afetado por elas, de modo algum.
Quando a morte bater à sua porta, você saberá que suas crenças desapareceram.
A crença na imortalidade da alma não o ajudará quando a morte bater à sua porta – você vai lamentar, chorar e se apegar à vida.
Quando a morte chega, você se esquece de tudo sobre Deus.
Quando a morte bate à porta ela derruba toda a estrutura de conhecimento que você construiu ao seu redor.
Ela o deixa absolutamente vazio… – e com a consciência de que toda a vida foi um desperdício.
Sabedoria é um fenômeno totalmente diferente. Trata-se de uma experiência, não de uma crença.
Ela é experiência existencial, não é “sobre”.
Você não acredita em Deus – você conhece Deus.
Você não acredita na imortalidade da alma, você a saboreou a vida toda.
Você vê que somente a superfície muda: o essencial é eterno.
Isso é ver, não acreditar.
E todos os mestres verdadeiros estão interessados em ajudá-lo a ver, não a torná-lo crente.
Para acreditar, você se torna um cristão, um hindu, um muçulmano.
A crença é a profissão do sacerdote.
A sabedoria surge dentro de você, ela não é uma escritura.
Você começa a ler sua própria consciência – e lá estão escondidas todas as Bíblias, todos os Gitas, todos os alcorões.”
(Osho)
—————————————————

Osho diz:
Conhecimento não é sabedoria

Tente perceber… É tão barato se tornar culto! Escrituras, bibliotecas e universidades estão aí: é tão fácil se tornar culto!

E quando você se torna culto você fica num espaço muito sensível, pois o ego gostaria de acreditar que aquele é seu conhecimento – não somente instrução, mas sua sabedoria.

O ego gostaria de transformar conhecimento em sabedoria – e você começará a acreditar que sabe.

Mas você nada sabe, apenas conhece livros e o que está escrito neles.

Talvez esses livros foram escritos por outras pessoas iguais a você.

Na verdade, se você ler dez livros, sua mente se tornará tão repleta de lixo que você desejará despejá-lo. O que mais você vai fazer com isso? Você precisa descarregar.

Simplesmente permaneça com a vida que está dançando em você, respirando em você, viva em você.

Você precisa chegar mais perto de você mesmo para conhecê-la. Talvez você esteja demasiado longe de você mesmo. Suas preocupações o levaram longe. Você precisa voltar pra casa.

Você pode ser somente você mesmo e nada mais.

E é belo ser você mesmo.

Qualquer coisa original tem beleza, frescor, fragrância, vivacidade. Tudo o que for imitação é morto, falso, plástico.

Você pode fingir, mas quem você está enganando? Você não está enganando a ninguém, exceto você mesmo. E qual é o propósito em enganar? O que você vai ganhar?

Antes que você possa vir a se conhecer, você precisa ser você mesmo.

Você precisa abandonar todas essas personalidades como se fossem roupas e precisa atingir sua completa nudez.

E a partir daí, o início…

Tente perceber…

Você conhece sua face somente no espelho, a partir do exterior, pois você não está atento. Se começar a ficar atento, sentirá sua face a partir do interior – e essa é uma rica experiência, observar a si mesmo a partir do interior…
Então, lentamente, coisas estranhas começam a acontecer… Pensamentos, sentimentos, emoções desaparecem, e há um silêncio te envolvendo.

E você é como uma ilha no meio de um oceano de silêncio…


fontes:

http://escolaflordavida.com/osho-o-conhecimento-satisfaz-o-ego-a-sabedoria-destroi-o-ego/

http://ventosdepaz.blogspot.com.br/2012/10/conhecimento-e-sabedoria-osho.html

http://blogdoosho.blogspot.com.br/2011/11/conhecimento-nao-e-sabedoria.html

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s