RESULTADOS DO DESTRONAMENTO DO EGO

Na proporção em que ele se livre do domínio do ego, se livrará da autoconsciência com sua vaidade ou timidez, seu nervosismo ou ansiedade.
Como um eu altamente personalizado competindo com outros eus, só poderá existir uma interminável fricção e uma intermitente ansiedade. Como um eu impessoal que habita no eterno Agora, não haverá com quem competir ou nenhum evento pelo qual competir.

Os interesses egoístas, que conduzem as ações do indivíduo ou guiam suas reflexões, são destruídos pela raiz nesta vasta transformação que o levam a entrar na vida do Eu Superior.

O ego nele, que é quem pensa seu eu, terá de ser desenraizado. A isso se seguirá o Eu Superior, o qual nem pensa de forma discursiva nem se identifica com a pessoa externa, que é quem o mundo considera como sendo ele.

O grau de apego ao ego, que é encontrado no centro da consciência do indivíduo, é um índex confiável do grau de evolução espiritual dele.

A forma egoísta de perceber a vida é limitada. Ela obstrui o melhor nele, o mantém no nível inferior e o impede de trabalhar com as forças milagrosas do Eu Superior. Quanto mais ele se desidentifique disso e quanto mais se aproxime da vida impessoal e cósmica, mais rápido receberá as bênçãos de uma maior sabedoria, de uma melhor saúde, de relações mais harmoniosas e de um caráter melhorado.

Quando a avanço houver acontecido o bastante, todo o indivíduo será unificado e o ego não terá chances de influenciar a mente. Quando ele tentar fazer isso e afirmar seu ponto de vista, será rejeitado.

Quando puder olhar para a sua experiência de vida como se ela fosse algo que parece acontecer com alguém mais, ele terá um sinal seguro de seu desapego.
Assim, quando puder se liberar da tirania do ego e se identificar com as orientações do Eu Superior, uma vida inteiramente nova se abrirá para ele.
Tudo parecerá perdido para aquele que entregou profundamente em seu coração sua vontade pessoal ao eu mais elevado e quando houver abandonado seus propósitos, desejos e vontades pessoais diante dele. Entretanto, a verdade é que somente então tudo será conquistado.

A mesma natureza que, tomada pelo ego, é uma feia visão, se tornará, quando purificada dele e esteja refletindo a presença do Eu Superior, bela.
Um ego não desperto se submete passivamente às influências inferiores que vêm a ele das sombras de seu próprio passado e das sugestões estimuladoras dos sentidos que lhe vêm do meio ambiente que o circunda. Entretanto, quando esse ego encontrar e se entregar ao Eu Superior em seu coração, essas respostas cegas e mecânicas se extinguirão e um domínio interno completamente desperto e iluminado, as substituirá.

O teste da espiritualidade não será encontrado aonde ele por mais tempo possa sentar em meditação, mas em quão bem tenha negado o seu ego.

(PB – Notebook 6 – Cap. 4)

fonte https://www.facebook.com/groups/627684487372943/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s