Desperte – Anthony de Mello

 DESPERTE

Você acha que nos últimos dias não tem se sentido como uma pessoa livre e feliz, sem problemas, sem preocupações? Não tem se sentido assim? Pois você está dormindo. Que acontece quando você está acordado? Nada se modifica tudo fica do mesmo jeito, mas é você quem muda para entrar na realidade. Então você passa a ver tudo bem claro.

Os discípulos perguntaram a um mestre oriental: “O que foi que lhe proporcionou a iluminação?” Ele respondeu: “Antes eu sentia depressão, e hoje sinto a mesma depressão, com a diferença de que, agora, não me importo mais com ela”.

Estar desperto é aceitar a tudo, não como lei, nem como sacrifício, e muito menos com esforço, mas por iluminação. Aceitar a tudo porque vemos as coisas com clareza, e nada nem ninguém conseguem mais nos enganar. É despertar para a luz. A dor existe, e o sofrimento só aparece quanto resis­timos à dor. A dor não é irresistível, porque tem um sentido compreensível no momento em que desaparece.

Irresistível é termos o corpo aqui e a mente no passado ou no futuro.

Insuportável é querermos distorcer a realidade, que é inamovível. Isso sim é insuportável. É uma luta inútil, como é inútil o seu resultado: o sofrimento. Não se pode lutar por aquilo que não existe.

Não se deve procurar pela felicidade onde ela não está, nem tomar a vida pelo que não é vida, porque, neste caso, estamos criando um sofrimento que é apenas o resultado de nossa cegueira e, com ele, o desassossego, a angústia, o medo, a insegurança … Nada disso existe, a não ser em nossa mente adormecida. Quando despertamos, tudo acaba.

Livro Auto-libertação – Anthony de Mello