Assumir plena responsabilidade por nós mesmos

Irina Tweedie escreveu o seguinte: A percepção de que todo ato, toda palavra, todo pensamento nosso influencia não só nosso ambiente, como também, por uma razão misteriosa, é parte integrante e importante do Universo, encaixada nele como que por necessidade, por assim dizer, no próprio momento em que agimos, falamos ou pensamos – é uma experiência avassaladora e até demolidora. A responsabilidade tremenda que temos por ela é aterrorizante. Se todos nós soubéssemos que o mais insignificante de nossos atos, ou um pensamento minúsculo tem efeitos de tão longo alcance que poderiam ativar forças que talvez pudessem abalar uma galáxia… Se soubéssemos disso de forma profunda e absoluta, e se essa percepção ficasse gravada permanentemente em nosso coração, em nossa mente, com que cuidado agiríamos e falaríamos e pensaríamos!

Como a vida passaria a ser preciosa em sua unidade integral! E isso, a meu ver, é o máximo que a mente e o coração dos seres humanos podem conseguir. Assumir plena responsabilidade por nós mesmos é discernir o impacto de nossa experiência sobre a totalidade da vida. A descoberta da verdade sobre nós próprios não é obtida de maneira fácil ou barata. Há um preço para crescer espiritualmente, e este preço é discernir claramente e assumir total responsabilidade pelo nosso mundo interno e externo, tanto pelo que é consciente quanto pelo que é inconsciente em nós, principalmente os aspectos de nossa experiência que optamos por deixar justo abaixo da consciência. Precisamos estar dispostos a encarar as ilusões e ideias limitadas que serviram de base para toda a nossa identidade, olhar para as muitas coisas em nós que preferiríamos não ver, fazer esforços consistentes e quebrar a cara e sofrer a perda de nossa identidade e de nossos sonhos em todo e qualquer grau exigido pelo caminho. Essas grandes tarefas internas só podem ser realizadas por meio do discernimento claro a respeito da relação com todos os aspectos de nossa experiência.

Trecho de De olhos bem abertos: cultivando o discernimento no caminho espiritual – Mariana Caplan

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s