Transformando a Raiva em Bondade Amorosa – Mingyur Rinpoche

Transformando a Raiva em Bondade Amorosa – Mingyur Rinpoche
este momento,

Neste momento,
você está assistindo este vídeo,
e por quê?
Pois busca a felicidade.
E você veio aqui pra aprender sobre a meditação.
Por quê? Pra ter felicidade.
E estar livre do sofrimento.
E por que está sentado aqui?
Vou falar sobre isso mais tarde.
A cada movimento, a cada respiração
a cada piscada de olhos,
está em busca de felicidade.
Todas as partes do seu corpo.
E este é um importante aspecto, a percepção disso.
E não apenas o movimento, mas a sua respiração,
o seu piscar de olhos,
cada pensamento,
cada emoção,
é a manifestação do amor e da compaixão.
Por exemplo,
mesmo que sinta ódio,
parece que o ódio não é bom,
“Eu não gosto de sentir ódio.”
Mas na verdade,
a base deste ódio
também é bondade amorosa.
Por quê?
Pois quando você odeia alguém,
você odeia a si mesmo.
Você quer fazer melhor,
Você odeia a si mesmo pois pensa:
“Eu não sou bom o suficiente,
ou, sou inútil…”
algo assim,
mas você quer ser bom e melhor.
Por quê?
Pois esta é a manifestação da bondade amorosa.
Normalmente nós não enxergamos
a essência do ódio como bondade amorosa.
nós apenas enxergamos a superfície
na superfície está o ódio,
mas se olhar profundamente para o ódio,
verá a bondade amorosa.
Quando enxergar isso,
se você se conectar com o seu próprio
amor e compaixão,
até mesmo o ódio
se transformará em amor e compaixão.
Se você praticar diversas vezes,
aos poucos, verá tudo como manifestação
do amor e da compaixão.
E você poderá encontrar o amor e a compaixão
em qualquer lugar,
a qualquer hora,
e sobre qualquer circunstância.
É o que chamamos de auto liberação,
auto liberação.
Você não precisa procurar pelo amor e compaixão
em outro lugar.
Normalmente pensamos
que o amor e a compaixão estão aqui,
e a raiva e o ódio estão lá,
e que vamos usar o amor e a compaixão
para derrotar o ódio.
Como se fosse um antídoto,
pra se livrar de algo.
Se fizer isso, tudo bem.
Não há nada de errado em fazer isso,
mas ainda terá que lutar
o amor aqui a compaixão aqui,
“Não consigo desenvolver compaixão,
eu não tenho amor.”
Se puder ver o amor dentro do ódio,
o ódio automaticamente se transformará em amor.
Que maravilha!
Tradução e Legenda: Tergar Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s