Atenção é fácil na almofada, difícil na rua.

Talvez seja o momento de sentar menos…

E meditar mais.

Atenção é fácil na almofada, difícil na rua.

Mas é aqui, na vida, no corpo, no pra lá e pra cá que vemos mais claramente nossas impurezas nossos delírios, nossa cobiça, e nosso ódio e é onde mais precisamos observar, ver, estar cientes sentar com tudo isso, estar com tudo isso, ser.

Precisamos sentar quando nos movemos.

Meditação não é uma fuga.

Não é nada além da observação objetiva da realidade. E isso pode ser feito, precisa ser feito a cada vez que respiramos a cada passo que damos.

do livro A Lua aparece quando as águas se acalmam – Ian McCrorie

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s