Abandone todos os mestres, todos…

Nós buscamos algo e nessa busca precisamos de ajuda, buscamos dicas sobre o caminho. Então tomamos conhecimento do Mestre A, do Mestre B do D, do K etc etc… Entendemos melhor um, não compreendemos o outro, e um outro até nos causa ansiedade de tão complexo que parece. É assim mesmo, com todo mundo, mas como temos a tendência a acomodação acabamos escolhendo um e ficamos com ele. Ficamos com ele e corremos o risco de rodar em círculos.

Eu que nesse momento vos escrevo, se eu pudesse ter essa ousadia de lhe indicar um livro que pode ser um divisor nessa busca. O livro é de Thich Nhat Hanh, Nada a fazer, não ir a lugar algum. Ele trás os ensinamentos de Mestre Linji.

O Mestre Linji ensinou: “O que quero dizer é que não existe Buda, nem Darma, nem prática nem concretização. O que estais a procurar em outras pessoas? O que vos falta? Não sejais como homens cegos. É como querer colocar outra cabeça sobre a que já se tem. Meus amigos, neste exato momento vossa função maravilhosa não é diferente da função maravilhosa dos mestres e dos Budas. Só procurais fora de Vós próprios porque vos falta confiança. Não vos ‘ enganeis, não há Darma algum a procurar fora de Vós. Seria melhor escutar minhas palavras, descansar e praticar o não ter nada a fazer. Se alguma coisa surgiu, não tenteis fazer com que continue. Se nada surgiu, não tenteis fazer com que surja. Esta ação é mais valiosa do que dez anos de peregrinação”. »

E por que um divisor? Porque precisamos jogar fora nossos preconceitos, nossas ideias sobre as coisas, qual a meditação certa, se estou meditando corretamente, sobre o que estaria certo e o que estaria errado, sobre a religião X é mais verdadeira que a Z, todos essas coisas são só ideias humanas que dividem e nos fazem rodar em círculos.

Tenhamos calma, tenhamos confiança que tudo está certo do modo que está. Não transformemos nossa busca numa fuga, num sofrimento, num debate, num embate. Abandonemos todos os mestres e ao mesmo tempo nos ajoelhemos diante deles, de todos é possível tirar algo, de nenhum virá a verdade.

Que o amor possa nos envolver, nossos medos dissolver, nossa confiança brotar e mostrar que a busca é leve.

Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.
Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.
Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.” Mateus 11:28-30

Todos os caminhos levam ao mesmo destino.

TODOS.

E.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s