A mente das pessoas é igual a um cachorro

Eu fui ver um cachorro na casa do Pabakaro, cachorro grande. Eles deixavam o cachorro do lado de fora, dava comida do lado de fora e ele dormia lá fora. O tempo passa e ele pensa que quer entrar em casa então vem arranhar a porta “rê, rê, rê, rê…” (*) o dono se irrita e vai abrir a porta, ele entra e se sente confortável. Fecham a porta para o frio não entrar. O cachorro anda para cá e para lá e se entedia de novo, quer sair de novo e vai “rê, rê, rê, rê…” o dono se irrita de novo e abre a porta para ele sair. Ele vai ficar do lado de fora e sente confortável por um instante. Não demora quer entrar de novo e vem arranhar a porta “rê, rê, rê, rê…” É assim, ele pensou que do lado de dentro ia ser melhor que fora e entra. Entra só um momento e se entendia de novo, não gosta, quer sair. Sai e continua na mesma, aí quer entrar. A mente das pessoas é igual a um cachorro. Fica entrando e saindo desse jeito, não sabe onde encontrar conforto.

Ajahn Chah

“rê, rê, rê, rê…” é o som da patinha do cachorro na porta.

Para saber mais: https://dhammadafloresta.org/tag/ajahn-chah/

2 comentários em “A mente das pessoas é igual a um cachorro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s