O espírito cotidiano é o caminho

Um dia perguntou Chao-chou a Nan-ch’uan: “Qual é o caminho?”

Nanch’uan disse: “O espírito cotidiano é o caminho”.

Chao-chou disse: “É preciso se voltar para ele ou não?”

Nan-ch’uan disse: “Quem se volta especialmente para ele se desvia dele”.

Mumonkan: A barreira sem portão – A coleção de quarenta e oito koans de Wu-men

O espírito cotidiano é o Caminho diz Nach’uan. A vida comum é a referência dele, comer, dormir, trabalhar, cuidar da família, esse é o Caminho.

Não é ser especial, não é usar roupas especiais e ter comportamento especial, isso quem faz são os atores numa peça de teatro, ninguém aqui quer encenar nada, pelo contrário, a verdade e honestidade de ser quem somos é a grande coragem. Nada de especial, bem comum, ordinário e silencioso.

E.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s