A meditação e o autoconhecimento vão te ajudar com sua ansiedade e medo

A meditação e o autoconhecimento vão te ajudar com sua ansiedade e medo, não tenha dúvida disso! Porém não vão livrar você para sempre da ansiedade e do medo, na verdade uma amizade começará entre vocês, uma aceitação nunca antes imaginada e nessa aceitação total virá o alívio.

Para começar é preciso meditar. É preciso também treinar a observação de si mesmo, com calma, com tranquilidade e sem desejo algum de mudar o que quer que seja, simplesmente observar tudo que acontece dentro de você, observação essa que se aprimora e muito com a meditação.

Algumas escolas não dão tanta importância para a meditação, ou parecem não dar importância dependendo do texto ou livro que você se pega lendo e de como interpreta o que estão dizendo. Muitas vezes ao ler Krishnamurti, para citar um exemplo, é possível que você imagine que a meditação (como conhecemos) não serve para nada.

Não tem interpretação mais equivocada que essa! Mesmo uma meditação de repetição de mantras tem um efeito calmante. Pode não ser uma meditação de insight mas é o começo, precisamos começar de algum lugar!

O mesmo ocorre com a questão do esforço. Dependendo de como e onde lemos sobre o esforço na meditação e na observação a sensação que pode dar é que seria necessário não fazer esforço algum, deixar tudo fluir numa boa. Só que para romper umas ou muitas décadas de condicionamento e começar a formar novos hábitos uma dose de esforço é sim necessária, assim como se esforçar para meditar todos os dias.

A questão do esforço precisa ser dosada, sempre escolhendo o caminho do meio. Quando notar que o esforço está se transformando numa compulsão é preciso diminuir, quando faltar disciplina é preciso apertar. O meio sempre.

Com a ansiedade e o medo é a mesma coisa. Se aquele que quer se aliviar um pouco disso não tiver a disciplina de evitar o consumo de álcool, carnes pesadas, cigarros, ler e assistir notícias sangrentas que vendem na TV, se não existir essa privação fica difícil. Você não precisa virar um monge, um santo, mas você precisa começar a escolher o que vai na sua tela mental, precisa escolher com o que alimenta sua mente, qual a nutrição sua mente recebe porque dessa nutrição que sairão os frutos dela.

Na maioria da vezes fazemos uso de redes sociais, lemos notícias para nos esquecermos de nós mesmos, o funcionamento é o mesmo dos vícios como jogo, bebida, drogas, sexo e assim por diante.

Com a meditação você vai começar a voltar para si, vai perceber que não há nada a temer sobre você mesmo, que pode até parecer que monstros horrorosos existem dentro de você, mas notará que tem a força necessária para lidar com tudo que surgir. Nada é tão grande e assustador como parece. Nem o despertar e a iluminação são o que parece. Existe uma bondade natural dentro de você, uma tranquilidade enorme que certamente já sentiu em algum momento, mesmo que por poucos segundos. Isso pode ser alcançado através da disposição de mudar.

Comece devagar, com foco e disciplina mas devagar, seja gentil com você, ninguém pode ser mais amável e compassivo com você além de você mesmo.

Alguns posts que podem ajudar:

[su_posts template=”templates/teaser-loop.php” posts_per_page=”20″ tax_term=”28″ tax_operator=”0″ order=”desc”]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s