Como se mantém a atenção plena em um ambiente de trabalho agitado? Thich Nhat Hanh responde

Como se mantém a atenção plena em um ambiente de trabalho agitado?

Thich Nhat Hanh: Às vezes parece que não há tempo suficiente até mesmo para respirarmos conscientemente. Isto não é um problema pessoal apenas, isto é um problema de toda a civilização. É por isso que temos que praticar, não só como indivíduos, mas também como sociedade. Temos que fazer uma revolução na forma como organizamos a nossa sociedade e nossa vida diária, assim vamos ser capazes de apreciar o trabalho que fazemos todos os dias.

Enquanto isso, podemos incorporar uma série de coisas que aprendemos neste retiro a fim de diminuir o nosso estresse. Quando você dirigir pela cidade e encontrar a uma luz vermelha em um semáforo ou uma placa de “pare”, você pode apenas sentar e fazer uso desses vinte ou trinta segundos para relaxar, para inspirar, expirar, e desfrutar voltar ao momento presente. Há muitas coisas como essa que podemos fazer.

Anos atrás eu estava em Montreal no caminho para um retiro, e notei que as placas diziam “Je me souviens”, “Eu me lembro”. Eu não sabia o que eles queriam que eu lembrasse, mas para mim, era para eu me lembar de respirar e sorrir (risos). Então, eu disse ao amigo que estava dirigindo o carro que eu tinha um presente para a sangha em Montreal: a cada vez que vissem a placa, se lembrariam de respirar, sorrir e voltar para o momento presente. Muitos de nossos amigos na Sangha de Montreal têm praticado assim há mais de dez anos.

Acho que podemos aproveitar a luz vermelha do semáforo, podemos também aproveitar a placa de “pare”. Toda vez que a vemos nós lucramos: em vez de ficar zangados com a luz vermelha, de ser queimado pela impaciência, só pratique inspirar, expirar, sorrir. Isso ajuda muito. E quando ouvir o toque do telefone, você pode imaginar ser o som do sino de plena atenção. Você pratica a meditação do telefone. Toda vez que você ouvir o toque do telefone você permanecer exatamente onde você está (risos). Você inspira e expira e desfruta de sua respiração.

Ouça, ouça, este som maravilhoso te traz de volta à sua verdadeira casa. Então, quando você ouvir o segundo toque você se levanta e vai ao telefone com dignidade (risos). Isso significa: no estilo de meditação andando (risos). Você sabe que pode se dar ao luxo de fazer isso, porque se a outra pessoa tem algo importante para lhe dizer, ela não vai desligar antes do terceiro toque. Isso é o que chamamos de meditação do telefone. Nós usamos o som como o sino de plena consciência.

E ao esperar no ponto de ônibus você pode tentar usar a respiração consciente, e esperando na fila do banco, você sempre pode praticar a respiração consciente. Ao andar de um prédio para outro, por que não usar a meditação andando? Isso melhora a qualidade de nossa vida. Isso traz mais paz e serenidade, e a qualidade do trabalho que fazemos será melhor apenas por causa desse tipo de prática. Assim, é possível integrar a prática em nossa vida diária. Só precisamos de um pouco de imaginação criativa para fazê-lo.

fonte: http://www.viverconsciente.com/textos/trabalho_silencio_passado.htm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s