Você já é felicidade, assim como é amor – Antony de Mello

Despertar é a única experiência que vale a pena. Abrir bem os olhos, para ver que a infelicidade não vem da realidade, mas dos desejos e das idéias equivocadas.

Para ser feliz não é preciso fazer coisa alguma, além de desfazer-se de falsas idéias, das ilusões e fantasias que não nos permitem ver a realidade. Uma pessoa só consegue isso se mantendo acordada e chamando as coisas por seus verdadeiros nomes.

Você já é felicidade, assim como é amor, mas não vê isso porque está dormindo. Esconde-se atrás das fantasias, das ilusões, e também das misérias das quais se envergonha. Nós todos fomos programados para ser felizes ou infelizes (dependendo de apertarem o botão do elogio ou da crítica), e isso é o que nos confunde. É preciso que reconheçamos isso, saindo dessa programação e procurando dar às coisas os seus nomes verdadeiros.

Se você insiste em não despertar, nada se pode fazer:
“Não deves empenhar-te em tentar fazer um porco cantar, pois estarás perdendo o teu tempo e o porco acabará SE irritando”.

Todo mundo sabe que o pior cego é aquele que não quer ver.

Se você não quer ver e despertar, continuará programado; e as pessoas adormecidas e programadas são mais fáceis de permitirem ser controladas pela sociedade.

Capitulo Um do livro Auto Libertação – Anthony de Mello