Os passos básicos da meditação focada na respiração – Ajahn Lee Dhammadharo

Ajahn_Lee_DhammadaroEsses são trechos do excelente livro O Brilho que a Vida Tem de Ajaan Fuang Jotiko. Caso for usar esse método de meditação na respiração é importante salientar que seria ideal que já estivesse familiarizado com a meditação no nível mais básico. Comece devagar sempre e se tiver dúvidas procure um bom professor.

§ “Os passos básicos da meditação focada na respiração que Ajahn Lee Dhammadharo descreve em seu Método dois são simplesmente o esboço da prática. Sobre os detalhes, você tem que usar sua própria engenhosidade para trabalhar nas variações desse esboço, de forma que sirva para suas experiências. É ai então que você terá resultados”.
§ “Se você estiver com qualquer problema na sua concentração, verifique o que você está fazendo ao contrário dos sete passos do método 2. Descobri que, se uma pessoa me procura com problemas na sua concentração, tudo o que tenho de fazer é aplicar um dos sete passos. Eles são básicos para toda a meditação”.
§ “Os textos dizem que a meditação focada na respiração é boa para qualquer pessoa, mas não é bem assim. Somente se você for meticuloso pode conseguir resultados ao concentrar-se na respiração”.
§ “Uma vez, um famoso professor de meditação criticou Ajaan Lee: — ‘Por que você ensina as pessoas a olharem para a respiração? O que há para se olhar? A única coisa que há é ar dentro e fora. Como eles vão ganhar discernimento olhando apenas para isso?’ Ele respondeu: — ‘Se é só isso que eles veem, então é só isso o que eles terão.’ Esse é um problema que aparece por não saber como olhar”.
§ “Pessoas com discernimento podem pegar absolutamente qualquer coisa e usá-las bem”

§ Anexo do livro ‘Mantendo a Respiração em Mente: Método 2, de Ajaan Lee Dhammadharo.

EXISTEM SETE PASSOS BÂSICOS :

1. Comece respirando três ou sete vezes, longa e profundamente, inspirando e expirando, pensando bud- na inalação, e dho na exalação. Mantenha cada sílaba de meditação sincronizada com a respiração.

2. Esteja claramente ciente de cada inspiração e expiração.

3. Observe a respiração enquanto ela entra e sai, notando se ela se está confortável ou desconfortável, ampla ou estreita, obstruída ou fluindo livremente, rápida ou devagar, curta ou longa, quente ou fria. Se a sensação da respiração não estiver confortável, faça ajustes até que esteja. Por exemplo, se inspirar e expirar longamente é desconfortável, tente inspirar e expirar de maneira mais breve. No momento em que você notar que a respiração se está confortável, deixe que essa sensação de conforto se espalhe por diferentes partes do corpo. Para começar, inspire a sensação da respiração na base do crânio e deixe fluir até a base da coluna. Então, se você for homem, deixe-a fluir para baixo, em direção da sua perna direita até a sola do pé, para o final dos dedos, e para fora. Inspire a sensação da respiração novamente e deixe-a descer seguindo a coluna, para baixo da sua perna esquerda e até o final dos dedos, e para fora. (Para as mulheres, comece com o lado esquerdo primeiro, pois o sistema nervoso dos homens e das mulheres é diferente).

Depois disso, deixe que a respiração da base do crânio se espalhe para baixo dos dois ombros, passando os cotovelos e os pulsos, para a ponta dos dedos e dali para fora. Permita que a respiração na base da garganta se espalhe para baixo até o nervo central na frente do corpo, passando os pulmões e o fígado, continuando abaixo até a bexiga e o cólon.

Inspire bem no meio do peito e deixe a inspiração descer até seus intestinos. Deixe que todas as sensações da respiração se espalhem para que elas possam se conectar e fluir juntas, e você notará uma melhora significativa no seu bem estar.

4. Aprenda quatro maneiras de ajustar a respiração:
a. Inspiração longa e expiração longa,
b. Inspiração longa e expiração curta,
c. Inspiração curta e expiração longa,
d. Inspiração curta e expiração curta.
Respire da maneira que for mais confortável para você. Ou, melhor ainda, aprenda a respirar confortavelmente de todas as quatro maneiras, pois as condições físicas e sua respiração estão sempre mudando.

5. Familiarize-se com as bases ou pontos focais da mente — os pontos de descanso da respiração — e centralize sua consciência naquele que esteja mais confortável. Alguns desses pontos são:
a. na ponta do nariz,
b. no meio da cabeça,
c. no palato,
d. na base da garganta,
e. no esterno (osso situado na parte anterior do tórax),
f. no umbigo (ou o ponto bem acima dele).
Se você sofrer de dores de cabeça frequentes ou problemas nervosos, não focalize em nenhum ponto acima da base da garganta. E não tente forçar a respiração ou colocar-se em um transe. Respire livre e naturalmente. Deixe com que a mente esteja à vontade com a respiração — mas não até o ponto em que ela escape.

6. Faça sua consciência expandir — seu sentido da sensação consciente — através do corpo inteiro.

7. Conecte as sensações da respiração por todas as partes do corpo, permitindo que fluam juntas confortavelmente, mantendo sua atenção o mais ampla possível. Uma vez que você esteja totalmente ciente dos aspectos da respiração, que já conhece no seu corpo, também chegará a ter o conhecimento de vários outros aspectos. A respiração, por sua natureza, tem muitos aspectos particulares: sensações de respiração fluindo nos nervos, outras fluindo ao redor dos nervos, e também sensações que se expandem dos nervos para todos os poros. As sensações de respiração benéficas e danosas estão misturadas por sua própria natureza.

RESUMINDO :

(a) Com o propósito de melhorar a energia existente em cada parte do seu corpo, para que você possa lutar contra doenças e dor; e (b) com o propósito de clarificar o conhecimento que já existe dentro de você, para que se converta em uma base para as habilidades que levam até a libertação e a pureza do coração — deve-se manter os sete passos sempre em mente, pois são absolutamente básicos para cada aspecto da meditação focada na respiração.
* * *
Se existir algo impreciso ou equivocado nesta tradução, pedimos desculpas ao autor e ao leitor pelos erros involuntários. Esperamos que o leitor consiga colocar os ensinamentos em prática e que encontre a verdade, que as palavras demonstram em seus corações. O Tradutor

————————————————-

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s