Aprender a ler as cartas de amor

O Mestre Ikkyu aconselhou que antes do estudo intelectual dos textos budistas e do canto interminável dos sutras, um estudante de Zen deveria aprender a ler as cartas de amor enviadas pela neve.

Quando lemos o que Ikkyū aconselhou no final da leitura a mente se sente surpresa, ela tenta entender e trazer sentido ao que está escrito e não consegue, esse espaço que é criado, esse “buraco vazio”, é aí… E.

Ikkyū (一休宗純, Ikkyū Sōjun, 1394–1481) foi um excêntrico e iconoclasta monge e poeta zen-budista japonês. Ele teve um grande impacto na infusão da arte e literatura japonesas com atitudes e ideais Zen,[1] bem como no próprio Zen, muitas vezes quebrando tabus religiosos com sua postura contra o celibato.[2] f: wikipedia

Ele também era conhecido como Nuvem Louca. Para saber mais da vida louca dele: https://www.ihu.unisinos.br/78-noticias/578921-ikkyu-sojun-a-nuvem-errante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s