Busca do autoconhecimento e do treino da mente

Minha sogra me deixa doido! Se afaste um pouco dela, alguém pode aconselhar, mas como me afastar de um dos meus melhores professores?

Foi assim que hoje me recordei do cozinheiro de Atisha que dava nos nervos dele e ele não queria dispensar o cozinheiro porque o via como um professor.

A busca do autoconhecimento e do treino da mente na maioria das vezes não é uma tarefa confortável, sentadinho numa almofada, pássaros cantando, vento no rosto e você lá meditando. Não é assim.  Pode ocorrer, mas a maior parte do tempo é porrada mesmo.

A pessoa tem lá um filho. Ele “causa problemas” porque ele pensa meio diferente dela e tem os conflitos, a chateação e o mais comum é começar uma investida dos pais para moldar o jovem de uma forma que evite aborrecimentos.

Acontece muito isso. E é assim porque não gostamos como certas pessoas ou situações se desenrolam, gostaríamos que fosse diferente e então vem o conflito. A gente tenta modificar aquilo que é.

Só que o conflito surge primeiro dentro de nós e sem atenção agimos de acordo com essa contrariedade e então surge confusão, porque o outro pode não ser receptivo e acabar agindo da mesma forma, mais conflito surge assim…

Mas veja só. Se você quer viver melhor, desenvolver o autoconhecimento, você precisa se observar e trabalhar com essas situações difíceis e complicadas. Essas são os melhores momentos para observar o que está pensando, falando. Você pode até analisar isso tudo depois com a ajuda de um psicólogo, mas pode somente observar.

Observar sem julgar, sem analisar, só observando totalmente aberto.

Tem muita coisa pra descobrir!

E.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s