Permita que a situação aconteça; em seguida observe-a

“…não se deve agir impulsivamente em nenhuma situação. Permita que a situação aconteça; em seguida observe-a, mastigue-a adequadamente, digira-a, espere. O movimento repentino é insalubre, impulsivo e frívolo em vez de espontâneo. A espontaneidade vê as situações tais como são. Notemos que há uma diferença entre espontaneidade e frivolidade; uma linha muito tênue as separa. Sempre que houver um impulso para fazer alguma coisa, não devemos simplesmente segui-lo; é preciso trabalhar com esse impulso. Se estivermos trabalhando com ele, não agiremos com leviandade; desejaremos realmente vê-lo e prová-lo adequadamente. Livre de frivolidade.”

Chogyan Trungpa em O mito da liberdade e o caminho da meditação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s