Na atenção plena, a compaixão, a irritação, a planta verde-mostarda e o bule são todos sagrados.

Sentimentos, sejam de compaixão ou irritação, devem ser bem recebidos, reconhecidos e tratados de forma absolutamente igual; porque ambos são nós mesmos. A tangerina que estou comendo sou eu. As folhas de mostarda que estou plantando sou eu. Eu planto com todo meu coração e mente. Limpo este bule com o tipo de atenção que teria se estivesse dando banho no bebê Buda ou Jesus. Nada deve ser tratado com mais cuidado do que qualquer outra coisa. Na atenção plena, a compaixão, a irritação, a planta verde-mostarda e o bule são todos sagrados.

Thich Nhat Hanh

do livro “The Miracle of Mindfulness: An Introduction to the Practice of Meditation”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s