O que quer que vier aos olhos, deixe estar.

O passado já é passado. Não tente recuperá-lo.
O presente não fica. Não tente tocá-lo de momento a momento.
O futuro não chegou; Não pense nisso antes.
O que quer que vier aos olhos, deixe estar.
Não há mandamentos a serem guardados, não há sujeira a ser purificada.
Com a mente vazia realmente penetrada, os dharmas não têm vida.
Quando você pode ser assim você completou a realização final.

– Layman Pang (740–808) China

2 comentários em “O que quer que vier aos olhos, deixe estar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s